medicine

Sylador

Laboratório: Sanofi-Aventis

Princípio ativo: Cloridrato de Tramadol

Bula

MODELO DE TEXTO DE BULA
Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o
medicamento.
SYLADOR
®
cloridrato de tramadol
Forma farmacêutica e apresentações
SYLADOR
®
comprimidos de 50mg:
cartucho contendo 10 comprimidos
SYLADOR
®
solução oral de 50mg/mL
: frasco conta-gotas contendo 10 mL
SYLADOR
®
Ação Prolongada de 100mg:
cartucho contendo 10 cápsulas gelatinosas
com microgrânulos de liberação prolongada.
USO ADULTO E PEDIÁTRICO (MAIORES DE 12 ANOS)
COMPOSIÇÃO:
Comprimidos
Cada comprimido contém
cloridrato de tramadol 50mg
excipientes q.s.p. 1 comprimido
contém: amido de milho, estearato de magnésio, lactose, povidona.
Solução oral
Cada mL de solução contém
cloridrato de tramadol 50mg
excipientes q.s.p. 1 mL
contém: aroma de framboesa, ciclamato de sódio, metilparabeno, propilparabeno,
sacarina sódica, ácido clorídrico, água purificada.
Cápsulas gelatinosas com microgrânulos de liberação prolongada
Cada cápsula contém
cloridrato de tramadol 100mg
excipientes q.s.p. 1 cápsula
contém: esferas de sacarose, magrogol, dimeticona, talco, poliacrilato, hipromelose.
INFORMAÇÃO AO PACIENTE
Ação esperada do medicamento
SYLADOR é um medicamento que possui em sua fórmula uma substância chamada
cloridrato de tramadol. Esta substância é um potente analgésico, utilizado para o alívio
de dores moderadas e severas. SYLADOR só deve ser utilizado sob orientação
médica.
Cuidados de conservação
SYLADOR comprimidos deve ser guardado em sua embalagem original e deve ser
protegido da luz e umidade.
SYLADOR solução oral deve ser guardado em sua embalagem original, devendo-se
evitar local quente (temp. entre 30ºC e 40º C) e deve ser protegido da luz.
Prazo de validade
Impresso na embalagem.
1/5
Ao comprar qualquer medicamento verifique o prazo de validade. Não use remédio
com prazo de validade vencido. Além de não obter o efeito desejado, você poderá
prejudicar sua saúde.
Gravidez e lactação
Informe imediatamente ao médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento
ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.
Cuidados de administração
SYLADOR só deve ser usado sob supervisão médica. SYLADOR só deve ser
administrado a crianças se expressamente recomendado pelo médico. Durante seu
uso devem ser evitadas bebidas alcoólicas e medicamentos calmantes. Siga a
orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do
tratamento.
Interrupção do tratamento
Não interrompa o tratamento nem troque de medicação sem o conhecimento de seu
médico, pois isto poderá prejudicar o tratamento de sua doença.
Reações adversas
Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis com o uso de
SYLADOR, em especial sintomas como suores intensos, tonturas, náuseas, secura da
boca ou sonolência.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS
CRIANÇAS.
Ingestão concomitante com outras substâncias
Não devem ser ingeridas bebidas alcoólicas durante o tratamento com SYLADOR.
Informe seu médico caso esteja fazendo uso de outros medicamentos, principalmente
antidepressivos, outros analgésicos ou tranqüilizantes.
Contra-indicações
O uso do SYLADOR é contra-indicado em pacientes sensíveis ao cloridrato de
tramadol ou nos casos de intoxicação alcoólica ou por medicamentos depressores do
sistema nervoso central.
Precauções
Evitar o uso de SYLADOR em menores de 12 anos. Usar com cautela em pacientes
idosos sempre sob supervisão médica. Informe seu médico sobre qualquer
medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.
Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas,
pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER
PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.
INFORMAÇÃO TÉCNICA
Características
2/5
SYLADOR é o cloridrato de tramadol, molécula sintética do grupo químico
metilciclohexanol. Trata-se de um analgésico de ação central com potência
intermediária, eficaz no controle da dor de intensidade moderada ou severa.
O cloridrato de tramadol não tem efeito depressor respiratório nem altera os
parâmetros cardiovasculares, quando administrado nas doses e condições
recomendadas. Reações de euforia e disforia são raras com o cloridrato de tramadol,
assim como sinais de tolerância farmacológica e constipação intestinal.
A ação analgésica do cloridrato de tramadol é exercida através de sua interação com
receptores específicos do sistema nervoso central possivelmente do tipo “mu” e
“kappa”, e, portanto pode ser classificado como uma substância agonista opióide. O
cloridrato de tramadol age principalmente ao nível do tálamo, hipotálamo e sistema
límbico. Dessa forma, tanto a reação de percepção da dor como a sensação afetivo-
emocional decorrente são inibidas pelo cloridrato de tramadol.
O cloridrato de tramadol é bem absorvido por via oral, retal e parenteral e o seu efeito
analgésico inicia-se em cerca de 20 a 30 minutos, durando de 3 a 7 horas.
Indicações
SYLADOR é indicado no alívio da dor de intensidade moderada ou severa, de caráter
agudo, subagudo ou crônico, de diversas etiologias.
Contra-indicações
SYLADOR é contra-indicado nos seguintes casos:
- hipersensibilidade ao cloridrato de tramadol;
- intoxicação alcoólica e intoxicações por outras substâncias depressoras do
sistema nervoso central;
- embora o cloridrato de tramadol não tenha demonstrado, em estudos em
animais, nenhum efeito sobre a monoaminoxidase, recomenda-se não utilizá-
lo em pacientes sob o tratamento com IMAOs por analogia com outros
analgésicos do mesmo tipo, sob o risco de potencialização.
Precauções
- evitar uso em recém-natos, em vista de sua reduzida capacidade de
eliminação renal;
- adequar a posologia em pacientes com insuficiência renal;
- o uso em mulheres grávidas e lactantes não é recomendado a menos que no
julgamento médico os benefícios potenciais sejam superiores aos riscos;
- o medicamento pode diminuir a capacidade de reação, e durante o seu uso
os pacientes devem ser advertidos quanto à condução de veículos e
operação de máquinas perigosas;
- utilizar com cautela em presença de doença pulmonar obstrutiva crônica;
- a experiência clínica com cloridrato de tramadol em menores de 12 anos é
ainda insuficiente.
Interações medicamentosas
O cloridrato de tramadol pode potencializar o efeito de substâncias depressoras do
sistema nervoso central, tais como certos analgésicos, hipnóticos, antidepressivos
tricíclicos, neurolépticos, tranquilizantes, assim como bebidas alcoólicas.
Mesmo não tendo sido demonstrado experimentalmente um efeito inibidor do
cloridrato de tramadol sobre a monoaminoxidase, sabe-se que outros analgésicos do
mesmo tipo podem potencializar os IMAOs.
Reações Adversas
Sobretudo se utilizado em doses excessivas, o cloridrato de tramadol pode
ocasionar sudorese (especialmente após administração intravenosa rápida),
tonturas, náuseas, vômitos, secura na boca, sonolência e raramente hipotensão.
3/5
Posologia
A posologia deve ser ajustada segundo critério médico, e de acordo com a intensidade
da dor.
As doses terapêuticas usuais são as seguintes:
Comprimidos
Adultos e crianças maiores de 12 anos
1 a 2 comprimidos, 2 a 3 vezes ao dia.
Recomenda-se não ultrapassar a dose diária de 400 mg (8 comprimidos de 50mg).
Solução oral
Adultos e crianças maiores de 12 anos.
Administrar cerca de 20 gotas em água açucarada.
Caso esta dose não produza o efeito terapêutico desejado após 30 a 60 minutos,
administrar uma segunda dose.
A dose máxima não deve ultrapassar 400mg diários (20 gotas 8 vezes ao dia), nos
casos de dor intensa.
Gotejar com o frasco na
vertical e bater levemente no
fundo para iniciar o
gotejamento.
Cápsulas gelatinosas com microgrânulos de liberação prolongada
Adultos e crianças maiores de 12 anos.
Administrar 1 cáspula com um pouco de água, de referência pela manhã e à noite.
A dose máxima não deve ultrapassar 400mg diários.
Superdosagem
O tratamento da superdosagem deve ser o mais imediato possível, e o cuidado
principal deve ser dirigido à ventilação adequada do paciente, se necessário através
de oxigenação assistida. O uso de antagonistas específicos, especialmente a
naloxona, é importante, e em geral tem efeito notável sobre a eventual depressão
respiratória.
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA
Lote, fabricação e validade: VIDE RÓTULO E/OU CARTUCHO
MS. 1.1300.1038
Farm. Resp.: Antonia A. Oliveira
CRF-SP no 5854
Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Rua Conde Domingos Papais, 413
4/5
5/5
Suzano - São Paulo; CEP: 08613-010
C.N.P.J. 02.685.377/0008-23
Indústria Brasileira - ® Marca Registrada
IB 100306 B
Atendimento ao Consumidor
0800-703-0014
www.sanofi-aventis.com.br